29.6.17

do desejo: essa cal [ma?]

ao cigano


como se
ocu(l?)pa

o que é da 
(des)ordem

d'um desejo
anímico?

_silêncio
__silêncio
___silêncio


(e dentro de cada,
tanto: a noite,
teus olhos, uma gruta,
um baiacú - que há sempre peixe 
com poder de veneno
nesse ir e vir.... -
aquela carta rasurada com
litorânea cartografia
[astral?])


até que o mar
se pronuncie

pela linguagem
de kianda

~~~~~~
~
~~~
~~~~~~~~~
~~

de pouquinho
ondulações
fazem revelar

se

é remanso
ou tromba d'água

o rebuliço
dessa sede.

Nenhum comentário: