1.8.16

.breve glossário para cotidianos.

1.

ma-re-mo-to. sm. grande agitação do mar, causada pelas oscilações sísmicas.

man-si-dão. sf. 1. qualidade ou estado de manso. 2. serenidade, tranquilidade.


//


repuxar: contenda antiga entre corpo & subjetividades, trombas d'água, fazer-se mouca ante a inegabilidade do cello e do piano, submergir, por fim, em segredo.


2.

le.ve.za. sf. 1 Qualidade ou estado de leve (que pesa pouco). 2 Caráter de quem tem frescor e delicadeza.


penso que a palavra pode de ser ponto-encontro da leveza. o que nos une.  parte imanente ao sujeito e aos processos de cura. associar livremente. deixar exposta essa liberdade de construir significações, veja, também é pôr levuras (neologismos também têm a medida de voo), destacar da ordem, da gramática rija, colocar língua e verve. imagino corpo meio à lama (desterro o sentido da palavra tão associada ao terreno dos fantasdemônios, trago-a como argila: seu frescor, sua imersão), os dedos meio à terra molhada do amanhecer, os grãos perscrutando carne-unha, a água rascunhando as falanges. alcanço, então, os gestos, a escolha de certo movimento: da fala à escritura ao toque (n'algo ou n'alguém). talvez, a junção inominável destes elementos, forme a síntese da linha tênue que separa o que soterra do que assegura o flanar. 

Nenhum comentário: