29.12.15

começa assim outro parágrafo de Joana:


se o temporal tem seu início manso no tempo exato em que atravesso a distância d'um poste a outro. se uma gota ricocheteia fio-a-fio até pousar-me em cílios: eu aceito em mim este choro. ou este beijo úmido. e se tu, que espera impaciente a girar chaves, olhar, olhar atentamente em calma, se puder atravessar p'além dos lábios e observar-me a partir da língua; saberá como se forma a curvatura dum sorrir.

Nenhum comentário: